"As roupas de uma mulher a cobrem, mas os acessórios fornecem os detalhes que a faz única."








6 de out de 2010

Design x Mercado Oriental

            Acompanhando o mercado joalheiro desde o final dos anos 80, pude perceber que muita coisa mudou, principalmente pós-globalização. Realmente senti a diferença de 2002 em diante, escrevo isso porque estou vendo uma regressão por boa parte da indústria, explico:
            De 2008 até hoje, houve essa grande invasão oriental, e muitos profissionais  ao tentar num ato de desespero, rebater o mercado ou competir com preços extremamente baixos, executado pela indústria oriental, deixaram de lado toda originalidade e criatividade brasileira, para absurdamente entrarem no mercado com produtos equivalentes aos orientais. Como se pudessem suportar a concorrência, como se essa fosse a principal porta de acesso às vendas. O resultado de tudo isso, são milhares de lojas com produtos muito similares em qualidade e preço.
            O que acho péssimo!! Voltamos àqueles remotos anos 80, onde pouca coisa acontecia. Todos sabemos que a saída não é igualar-se ao competitivo mercado oriental, não é acompanhá-los e sim o oposto. São poucos que apostam no  "design" como uma válvula de escape. O "design" agrega valores altíssimos e faz a diferença aos olhos de compradores sedentos por novidades, por detalhes, pelo novo, pelo utópico. O mercado está produzindo peças que não despertam o desejo, a grande pergunta é:

            "Você produtor ao ver suas peças, e milhares de outras iguais, as compraria?"

Pense antes de responder, sei que suas criações são especiais para você, mas são especiais para os consumidores?

            Um outro grande detalhe, estou vendo o mercado oferecer esses mesmos produtos à indústria do turismo, como se a invasão oriental fosse única e exclusivamente no Brasil, turistas ávidos por adquirir um produto "brasileiro" original, se deparam com esse mercado globalizado. Ou seja, todos disputam o mercado "centavagórico" (mistura de centavos com fantasmagórico) e essa fatia de mercado, a indústria do turismo, foi deixada de lado, por nós joalheiros.
            Não imagino outra saída, senão "design", aqueles que estão perseguindo o mercado oriental, e ou disputando preços, centavo a centavo... Cuidado!!!

           Só pára lembrar, vamos ao dicionário buscar o significado para a palvra jóia que é:

jóia


jói.a

sf (fr ant joie) 1 Objeto de adorno, de matéria preciosa ou imitante. 2 Artefato de grande valor artístico.

É isso gente!! Espero ter sido inspirador, não há mercado que supere a criatividade.


Até a próxima!!!

Nenhum comentário: